Como organizar sua mudança
Voltar para o blog

Como organizar sua mudança

Mudar de casa é uma tarefa que, sem o devido planejamento, pode gerar muito trabalho. Uma coisa é certa: não basta empacotar e despachar os objetos, é preciso saber como organizar a mudança adequadamente.

Nesse post vamos te dar algumas dicas muito úteis para você simplificar a a tarefa de mudança de casa. Confira!


1. Categorize os itens por cômodo

Categorizar os objetos por ambiente facilita a organização no novo lar. Para isso, coloque o nome do cômodo de destino nas caixas e liste o que consta em cada uma, colando essa relação sobre a sua superfície. Por exemplo:

  • caixa do escritório, com notebook, fones de ouvido, cabos, livros e toda a papelada;
  • caixa do quarto das crianças, com material escolar e brinquedos, entre outros itens;
  • caixa do cantinho pet, com a caminha, os potes de água e ração, acessórios diversos etc.


2. Separe um kit de primeira semana

O kit de primeira semana ajuda a evitar estresses desnecessários. Mas em vez de despachá-lo com o restante da mudança, leve-o com você. Além dos documentos pessoais, ele deve conter:

  • produtos básicos para manter a limpeza da casa;
  • máscaras (em quantidade suficiente) e álcool em gel 70º;
  • roupas para passar os primeiros dias no imóvel novo;
  • itens básicos de higiene pessoal;
  • remédios, vitaminas e suplementos de uso habitual;
  • carregadores de todos os celulares;
  • contas em papel com vencimento próximo — aliás, não se esqueça de comunicar os remetentes sobre sua mudança de endereço.


3. Pratique o desapego

Aproveite a mudança para avaliar o que tem utilidade, deixando para trás itens desnecessários. Deve-se levar objetos úteis e aqueles com valor afetivo. Além disso, considere o tipo de decoração da casa, para avaliar o que combina no novo lar.

Depois, defina o destino do que ficou na antiga casa. Você pode:

  • vender, seja oferecendo um bazar para conhecidos, seja colocando os objetos em sites de compra e venda;
  • doar para instituições de caridade ou conhecidos que estejam precisando de algum objeto específico;
  • reciclar, dando uma nova aparência e, quem sabe, uma nova utilidade, a partir de técnicas de DIY (do it yourself) — o bom e velho “faça você mesmo”.


4. Empacote tudo do melhor jeito

Antes de começar, preste atenção: evite sobrecarregar as caixas com muito peso, para que não se abram durante o transporte. Além disso, preencha os espaços vazios com papel amassado, para que os pertences não fiquem batendo.

Dito isso, comece a empacotar pelos itens menos usados no dia a dia. Para não quebrar nem perder nada, use embalagens apropriadas. Providencie

  • caixas de papelão pequenas, médias e grandes, bem como plástico bolha e papel craft (ou folhas de jornal).
  • itens pequenos e frágeis, como porta-retratos, podem ficar nas caixas menores;
  • utensílios de cozinha e pequenos eletrodomésticos, nas médias;
  • roupas de cama, mesa e banho, bem como calçados, nas grandes;
  • eletrônicos podem ser levados nas caixas originais, caso ainda as tenha.
  • vestimentas, por sua vez, podem ir dentro de malas de viagem. Se -preferir, também existem caixas com encaixe para cabides.
  • tapetes e carpetes devem ser enrolados e amarrados com cordas;
  • colchões precisam ser revestidos por lençóis de ambos os lados para evitar que sujem.


Por fim, lacre as caixas com fita adesiva, reforçando as partes de baixo e as laterais. E não se esqueça de escrever “frágil” onde for necessário.


5. Deixe os parafusos junto aos móveis desmontados

Após retirar os objetos e esvaziar os móveis, é preciso desmontá-los. Nessa hora, tome o cuidado para reunir os respectivos parafusos e demais peças pequenas em sacos plásticos. Deixe-os presos, com fita adesiva, aos móveis aos quais pertencem.

Já para evitar riscos, principalmente, em móveis de madeira, revista-o com cobertores e edredons. É bem mais fácil lavá-los do que recuperar o mobiliário avariado.


6. Tenha atenção redobrada a objetos de valor

Nunca despache objetos de valor com pessoas estranhas. Documentos, aparelhos eletrônicos valiosos e joias devem, se possível, ser transportados no carro da família.

Itens muito pequenos ou de valor sentimental também precisam ser levados pelos próprios donos. É o caso dos álbuns de fotos, por exemplo. Mas se não tiver veículo próprio, veja se algum parente ou amigo próximo pode ajudar com essa tarefa.


7. Contrate um bom transporte para a mudança

O transporte é parte fundamental nesse processo. Por isso, opte por uma empresa especializada ou por um profissional autônomo de confiança, de preferência com indicação de outras pessoas.

Também é muito importante pegar o telefone do motorista. Isso facilita a comunicação, caso surjam dúvidas em relação ao endereço ou às regras de entrega no condomínio.

Se tiver animais de estimação, prefira levá-los no carro com a família, para que se sintam seguros e fiquem menos agitados. Apesar de algumas empresas aceitarem transportar pets, a viagem com estranhos vai deixá-los ainda mais estressados.


8. Não organize uma mudança de última hora

Uma vez definida a data da mudança e quem será o responsável pelo transporte, elabore um cronograma com o que precisa ser feito e não perca tempo. Você pode começar listando o que vai e o que fica, considerando o espaço disponível no imóvel.

Quando estiver tudo pronto, faça um inventário das caixas. Dessa maneira, o responsável por receber a mudança poderá conferir a entrega dos pertences sem dificuldades, bem como orientar os carregadores para deixá-los nos cômodos certos.


Agora que você sabe como organizar mudança, prepare-se com antecedência e faça tudo para que a chegada ao novo lar seja tranquila. Com planejamento é possível curtir cada fase da mudança para que, aos poucos, o novo lar fique com a cara dos moradores!



Outros posts

  1. Vantagens de investir em imóveis

    Vantagens de investir em imóveis

    Seja pela segurança de ter um bem no seu nome para o resto da vida, seja para ter uma fonte de renda extra, o fato é que existem muitos motivos pelos quais o investimento em propriedades é uma das alt...

  2. Tèrreo x Cobertura - Vantagens e desvantagens de cada um

    Tèrreo x Cobertura - Vantagens e desvantagens de cada um

    A #dicadocorretor de hoje é do Fabrício Ferandes, sobre vantagens e desvantagens no comparativo de térreo e cobertura. Em cada andar, existem vantagens e desvantagens, mas é no comparativo entre térre...

  3. Saiba como escolher a posição solar na hora de comprar o seu imóvel

    Saiba como escolher a posição solar na hora de comprar o seu imóvel

    Comprar o imóvel próprio é um momento muito especial na vida de qualquer pessoa. Nessa hora, queremos fazer tudo certo e precisamos ficar de olho em muitos detalhes. Um deles é a posição solar 🌞⠀⠀⠀⠀⠀⠀...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossos Termos de Uso